Joãozinho Félix já está montando sua equipe de secretários que irão ajudar na administração da cidade, mas ainda não divulgou nenhum nome

O prefeito eleito de Campo Maior-PI, visando a organização administrativa de seu mandato, que inicia a partir do dia 01 de janeiro de 2021, já tomou as providências cabíveis no que se refere à nomeação de sua equipe de transição.

Com um quadro técnico, Joãozinho Félix nomeou advogados, administradores, bacharéis em direito, professores, e assistentes sociais para que possam ter acesso a todos os dados importantes da prefeitura, secretarias e autarquias, que possam lhe direcionar aos primeiros passos da gestão que irá iniciar.

Foi nomeado como coordenador da equipe em ofício enviado ao atual prefeito José de Ribamar Carvalho o senhor Advogado Adailton Oliveira de Moraes, tendo como membros os advogados Josefa Marques Lima Miranda, Kelly Queiroz Mororó, Guilherme Pereira Machado, Wellington Francisco Lustosa Sena, os Bacharéis em Direito Joares Oliveira Cavalcante Junior e Fernando Andrade de Oliveira, a Assistente Social Ana Cristina de Oliveira Barbosa, a professora Rosilene Bandeira de Sena Rosa e o Administrador Jardanio Portela Morais.

A equipe de transição é um instrumento jurídico pautado na lei estadual nº 6.253/2012, que permite ao prefeito eleito ter acesso a informações da gestão em andamento, para que serviços essenciais não sejam prejudicados na mudança de governo, bem como, para orientação de programas, ações e atividades que estejam sendo executados. O prefeito em exercício também já nomeou uma equipe para prestar as informações solicitadas pelo gestor eleito.

“Montamos uma equipe técnica, de nossa confiança. Mas isso não quer dizer que apenas essas pessoas vão ajudar na transição. É uma quantidade considerável de pessoas para nos ajudar a reconstruir Campo Maior. Esse momento é de organizar a casa, analisar documentos e planejar a melhor gestão da história de Campo Maior”, comentou o prefeito eleito Joãozinho Félix.