Com uma equipe repleta de jovens da base, e sem o técnco Dome, também contaminado, o auxiliar Jordi Guerrero esteve à beira do campo, e viu a base da equipe mais experiente ditar o ritmo da partida

Mesmo com 19 atletas do elenco principal infectados com o coronavírus, o Flamengo conseguiu buscar um empate diante do Palmeiras e vai voltar de São Paulo com um ponto no Brasileiro após empate em 1 a 1. Patrick de Paula fez para os donos da causa, e Pedro deixou tudo igual.

Em que pese a batalha judicial desde a véspera da partida, que culminou com decisão favorável à realização momentos antes de a bola rolar, o time rubro-negro fez uma boa apresentação, na parte técnica e na superação.

Com uma equipe repleta de jovens da base, e sem o técnco Dome, também contaminado, o auxiliar Jordi Guerrero esteve à beira do campo, e viu a base da equipe mais experiente ditar o ritmo da partida.

O Flamengo tinha apenas quatro jogadores de peso entre os titulares: Gerson, Thiago Maia, Arrascaeta e Pedro. Os dois volantes procuraram conduzir o jogo desde a defesa. E o uruguaio fazia a ligação e as jogadas de ataque no terço final do campo. Foi dele o passe para o centroavante marcar.

Mas o quarteto não foi o único destaque. Na defesa, o goleiro Hugo Souza e a linha formada por João Lucas, Natan, Otávio e Ramon fez um jogo seguro. Na linha de frente, os jovens Lincoln e Guilherme Bala começaram abertos nas pontas e deram trabalho ao Palmeiras em jogadas de velocidade.

O Flamengo segurou bem o Palmeiras no primeiro tempo e sofreu pouco, considerando que entrou em campo com vinte minutos de atraso. Ainda obrigou Weverton a duas boas defesas, em chutes de Arrascaeta e Pedro.

O time da casa cercou muito, mas gerou pouco perigo. Muito por conta do bom posicionamento e poder de combate rubro-negros. E também pela atuação do goleiro Hugo Souza.

No segundo tempo, os gols enfim saíram. O Palmeiras abriu o placar com chute de longe de Patrick de Paula. A bola desviou em Thiago Maia e tirou Hugo Souza do lance, aos nove minutos. No minuto seguinte, o Flamengo fez bela jogada, com troca de passes de um lado para o outro do campo, que terminou em cruzamento de Arrascaeta para Pedro completar na pequena área.

Com um resultado satisfatório, outros talentos foram lançados pelo Flamengo na partida. Entre eles, Richard Rios, jovem colombiano que até recentemente era atleta de futsal. O atacante Lázaro, recuperado de lesão, também entrou na etapa final. Quando, por pouco, Arrascaeta não marcou o gol da vitória, após tabela com Pedro.

O Palmeiras fez uma série de substituições e pressionou até o fim. Mas o Flamengo soube se segurar e rebater a série de cruzamentos na área. Esportivamente, fez seu papel, em tarde manchada pela guerra nos bastidores entre o clube e a CBF para a realização do jogo.