Os primeiros testes foram realizados neste sábado. Desde então os contaminados estão isolados. Com a confirmação dos casos , o Flamengo pode recorrer a jogadores inscritos que sequer viajaram para o Equador

Dois dias antes do jogo com o Barcelona de Guayaquil, pela Libertadores, seis jogadores do Flamengo tiveram exames positivos para Covid-19, entre eles Diego. Segundo a reportagem apurou, o clube aguardava a contraprova para divulgar o número de contaminados.

“O Clube de Regatas do Flamengo informa que seis atletas testaram positivo para Covid-19 em exame realizado antes da partida contra o Barcelona de Guayaquil, pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América. Os atletas estão assintomáticos, em isolamento na concentração e assistidos pelo Departamento Médico do clube”, disse o Flamengo em nota.

De acordo com o jornal “O Dia”, Michael, Bruno Henrique e Isla também estão na lista. Além deles, estão com Covid-19 Matheuzinho e Filipe Luís. O vice-presidente de futebol do clube, Marcos Braz, testou negativo após contraprova.

Os primeiros testes foram realizados neste sábado. Desde então os contaminados estão isolados. Com a confirmação dos casos , o Flamengo pode recorrer a jogadores inscritos que sequer viajaram para o Equador.

Para os dois jogos no Equador, o Flamengo viajou com um elenco de 25 jogadores. Mas a Conmebol permite a inscriçao de até 50 atletas.

O elenco do Flamengo permaneceu no país após a goleada de 5 a 0 sofrida para o Independiente del Valle. Segundo o protocolo da Conmebol, o time visitante deve fazer teste de PCR antes da viagem. Na cidade do jogo, a entidade realiza testes em toda a delegação oficial dos clubes envolvidos na partida.

Ainda de acordo com o protocolo, os casos positivos confirmados devem ser afastados por 14 dias antes de fazer um novo teste. Todos os jogadores do Flamengo que testaram positivo no primeiro exame já foram isolados.

Fonte: Extra Online