Os clubes espanhóis foram autorizados hoje (18) a retomar os treinos coletivos, pelo presidente presidente da La Liga, Javier Tebas, após a liberação pelo governo para a prática de atividades esportivas em grupo. Já pela manhã, o Barcelona retornou as atividades no CT Joan Gamper, em Sant Joan Despí, município próximo à Barcelona. A recomendação da Liga espanhola é de que os coletivos presenciais reúnam apenas de jogadores, e todos devem respeitar as orientações das autoridades sanitárias, para evitar o contágio pelo novo coronavírus (covid-19)..  As equipes do Real Madrid e do Atlético de Madrid também realizaram os primeiros treinos em grupo nesta segunda (18).

Treino Barcelona_Futebol
Barcelona faz primeiro treino coletivo após a paralisação do campeonato espanhol, devido à pademia de covid-19 – Twitter/FC Barcelona /Direitos reservados

Por conta da pandemia de covid-19, o campeonato espanhol foi suspenso no dia 12 de março. O retorno dos treinamentos em grupo é mais uma etapa rumo ao reinício da competição, previsto para 12 de junho, primeiramente sem a presença de público nos estádios. Em entrevista à agência Reuters, o presidente da La Liga – entidade que organiza o campeonato espanhol – adiantou como imagina as próximas rodadas.  

“Haverá futebol todos os dias. É o que eu espero. Não devemos ter problemas para jogar às segundas-feiras, nas onze rodadas que restam”, disse presidente da La Liga, organizadora da competição. E acrescentou: “Espero que a Federação Espanhola de Futebol tenha alguma posição sobre isso, porque é muito importante que possamos oferecer futebol às nossas emissoras nacionais e internacionais, e fãs de todo o mundo, o maior  número de dias, para garantir o menor dano possível”.

O campeonato espanhol parou na 28ª rodada, quando o Barça ocupava a liderança da tabela, com 58 pontos, seguido do Real Madrid, com 56 pontos.