O prefeito Firmino Filho já cogitou mais de uma dezena de nomes que podem concorrer ao comando do Palácio da Cidade este ano. O presidente do PSDB no Piauí, Luciano Nunes, considera que dentre as opções colocadas, o ex-prefeito Silvio Mendes é o “mais forte” e “mais conhecido”.

Luciano acredita que Silvio possa retornar ao partido. O ex-prefeito fazia parte do PROGRESSISTAS quando pediu exoneração da Fundação Municipal de Saúde. Cogitou-se atritos com Firmino Filho, mas à época isso foi negado pelo próprio Silvio. Luciano Nunes relata que atualmente as relações pessoais e políticas entre Silvio e Firmino se mantêm.

“Quem apostar em briga, desentendimento, em distanciamento entre o prefeito Firmino Filho e o ex-prefeito Silvio Mendes vai cair do cavalo. Eles se entendem como ninguém”, afirmou Nunes.

O presidente estadual do PSDB afirma ainda que não há disputa interna entre os nomes já colocados para disputar a eleição. Ele disse que o partido “tem vários nomes de extrema qualidade”. Para ele, não deve haver pressa na definição do candidato, mas o PSDB tem que começar a pensar nas estratégias para o embate.

O prefeito Firmino Filho já cogitou mais de uma dezena de nomes que podem concorrer ao comando do Palácio da Cidade este ano. O presidente do PSDB no Piauí, Luciano Nunes, considera que dentre as opções colocadas, o ex-prefeito Silvio Mendes é o “mais forte” e “mais conhecido”.
Luciano acredita que Silvio possa retornar ao partido. O ex-prefeito fazia parte do PROGRESSISTAS quando pediu exoneração da Fundação Municipal de Saúde. Cogitou-se atritos com Firmino Filho, mas à época isso foi negado pelo próprio Silvio. Luciano Nunes relata que atualmente as relações pessoais e políticas entre Silvio e Firmino se mantêm.
“Quem apostar em briga, desentendimento, em distanciamento entre o prefeito Firmino Filho e o ex-prefeito Silvio Mendes vai cair do cavalo. Eles se entendem como ninguém”, afirmou Nunes.
O presidente estadual do PSDB afirma ainda que não há disputa interna entre os nomes já colocados para disputar a eleição. Ele disse que o partido “tem vários nomes de extrema qualidade”. Para ele, não deve haver pressa na definição do candidato, mas o PSDB tem que começar a pensar nas estratégias para o embate.
“Eu sempre defendo que um nome de candidatura majoritária é um nome mais de convergência. Então dentro daquele momento o nome que mais convergir, dentro das circunstâncias, dentro do processo, dentro do que a população entende como melhor perfil, será o nome apontado de forma bastante natural”, disse Luciano, que também está na lista de Firmino. “Eu sempre defendo que um nome de candidatura majoritária é um nome mais de convergência. Então dentro daquele momento o nome que mais convergir, dentro das circunstâncias, dentro do processo, dentro do que a população entende como melhor perfil, será o nome apontado de forma bastante natural”, disse Luciano, que também está na lista de Firmino.

Fonte: https://www.douglascordeiro.com/