Parece que foi ontem o dia em que o Palácio da Música de Teresina abria suas portas, acolhendo e emocionando a todos que se reuniam para celebrar o amor pela música. Repleto de marcas e histórias, o Palácio completa 10 anos como um importante espaço cultural da capital piauiense. A partir desta terça-feira (19), a casa recebe diversos artistas em shows gratuitos, iniciando às 19h.

Antes de se tornar o local que conhecemos hoje, o Palácio já foi um mercado popular, conhecido como Mercado do Cajueiro. Anteriormente à construção existiam casas que vendiam frutas e verduras, além de outros estabelecimentos comerciais que faziam da região uma grande feira a céu aberto.

“Na década de 1960, o prefeito Petrônio Portela vem para a região e assume um compromisso com a comunidade, que era transformar a história daquele lugar, fazendo com que os feirantes tivessem seu próprio espaço”, diz Márcia Adriana, cientista social e moradora da região.

Super valorizado e considerado um dos mercados mais populares da região, o Mercado do Cajueiro apresentava uma estrutura bastante diferenciada, de vanguarda, com um telhado em formato de escama de peixe. “O espaço tem toda uma importância arquitetônica que registra uma época, tanto que o telhado foi mantido e, hoje, é tombado com patrimônio histórico”, conta Márcia.

A moradora relembra que com a chegada dos grandes supermercados na década de 1990, o Mercado do Cajueiro passou a ser abandonado pela comunidade. Até o último momento, apenas seis feirantes resistiram na tentativa de manter vivo o local. “Na época, a Prefeitura de Teresina nos procurou e perguntou o que queríamos que fosse feito com o espaço. Não desejávamos o fechamento dele, por isso sugerimos que fosse transformado em algo relacionado com a cultura”, afirma Márcia.

Inaugurando no dia 20 de novembro de 2009, o Palácio da Música foi idealizado para atender as necessidades daqueles que são apaixonados pela música. Com disponibilidade e estrutura adequada, o espaço possui uma sala para concertos, com 140 lugares, estrutura de luz e som, e uma equipe preparada para ajudar em qualquer demanda musical.

“A casa é para os artistas. A nossa maior conquista é a presença deles que podem utilizá-la quando quiserem, divulgando seus trabalhos, gravando seus CDs e DVDs. Buscamos atendê-los da melhor forma possível, para que possam aproveitar o espaço desenvolvido para eles”, fala Adnayanne Marins, atual diretora do Palácio da Música.

Mantido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), o Palácio da Música realiza um importante trabalho sociocultural, oferecendo cursos de sanfona, violão, violino, viola, contrabaixo acústico e guitarra. Localizada no cruzamento das ruas Santa Luzia e Treze de Maio, Nº 1241 – Centro, o espaço é o lar da Banda de Música 16 de Agosto, da Orquestra Sanfônica de Teresina, da Orquestra de Violões de Teresina e da Orquestra Sinfônica de Teresina.

Programação:

– Terça-feira (19), a partir das 19h30

Luana Campos

Soraya Castelo Branco

André de Sousa

Flávio Moura

Janela Lateral

Valor de PI

– Quarta-feira (20), a partir das 19h30

Wilker Marques

Zaqueu Sousa

Francisco Janderson e Laércio Eduardo (Duo Clarinete e Piano)

Quarteto de Cordas OST

Hilson Costa

Welligton Torres

Tremembones

Ivan Silva

– Quinta-feira (21), a partir das 19h30

Orquestra Sinfônica de Teresina

– Sexta-feira (22), a partir das 19h30

Madrigal Vox Populi

Orquestra de Violões de Teresina

Orquestra Sanfônica Seu Dominguinhos

Caneleiro Jazz

Banda 16 de Agosto