A Unibras pretende retomar a produção da usina de biodiesel em Floriano (PI) até o final desde mês. Detalhes sobre o cronograma para a conclusão das obras na unidade foram repassado pelos executivos da empresa, Anderson Langer e Tarso de César, durante reunião com autoridades municipais.

A expectativa é que, a partir de dezembro, sejam produzidos 250 mil litros de biodiesel por dia – cerca de 90 milhões de litros por ano. O faturamento previsto é de R$ 400 milhões por ano.

Foi por pouco que a Unibras não antecipou em um mês a volta ao mercado da fábrica piauiense. A empresa tentou habilitar a usina de Floriano para disputar o Leilão 69, mas acabou barrada por falta do registro da Receita Federal.

Fundada pela Brasil Ecodiesel em 2005 funcionou até abril de 2009, quando foi desativada. O empreendimento foi um dos pioneiros no setor.

A unidade foi adquirida pela Unibras no começo deste ano que fez um investimento de R$ 60 milhões para requalificar a planta.

As obras foram iniciadas em julho.

Instalada numa área de 10 hectares, a usina fica localizada no bairro Nossa Senhora da Guia e deve gerar 70 empregos diretos e mais de 300 indiretos.

Segundo Anderson Langer, gerente de Produção da Unibras, as principais matérias-primas da usina serão os óleos de soja e de caroço de algodão.

Na manha de hoje, 07, a reportagem do Piauí Noticias esteve num contato com o Anderson e, em seguida com o Tarço. Esse último informou que no dia 23 proximo, está programado uma ação interna de confraternização com presença do colaboradores e alguns familiares, no entanto, não será a inauguração, pois esse ato somente deve ocorrer em dezembro com a presença do governador e de autoridades florianenses.

A data da inauguração, que será em dezembro, ainda será definida.