Flamengo foi denunciado pela Unidade Disciplinar da Conmebol por causa da comemoração de Gabigol em um dos gols contra o Grêmio, na goleada por 5 a 0 pela Libertadores. O atacante exibiu em campo a placa feita por torcedores com a frase “Hoje tem gol do Gabigol”, e o fato foi conduzido ao Tribunal Disciplinar da entidade sul-americana.

Pelo regulamento do torneio, o clube é responsabilizado quando algo dessa natureza acontece. O Flamengo corre risco de ser multado e tem até a próxima sexta-feira para enviar sua defesa por escrito. A atitude de Gabigol foi relatada tanto na súmula do árbitro quanto no relatório do delegado da partida.

O Fla foi enquadrado com base no artigo 67 do regulamento da Libertadores. O texto diz que “a exibição de mensagens políticas, religiosas, comerciais, pessoais ou slogans em qualquer idioma ou forma por jogador ou oficial no uniforme, camiseta sob o uniforme, equipamento (bolsas, garrafas, squeezes, coolers, sacolas médicas etc.) e inclusive no corpo é proibida durante o jogo ou em qualquer atividade relativa ao jogo”.

O dispositivo cita ainda que o clube será punido em multa de, no mínimo, US$ 5 mil (cerca de R$ 20 mil) e acrescenta que, no caso de uma segunda ou subsequentes infrações, poderão ser impostas sanções adicionais.

Não é a primeira vez que a comemoração de Gabigol rende processo na Justiça Desportiva. No Brasileirão, houve denúncia na procuradoria do STJD contra o jogador, que acabou absolvido. Em uma partida posterior ao julgamento, o atacante comemorou um dos gols repetindo a frase “hoje tem gol do Gabigol”

Na Conmebol, o Flamengo ainda será julgado por atraso do reinício da partida e pode levar outra multa. O relato do delegado da partida aponta que o intervalo durou 17 minutos.