A procuradoria do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) irá analisar a conduta do volante Felipe Melo, do Palmeiras, que na última quarta-feira fez gestos obscenos à torcida do Santos na Vila Belmiro, no clássico vencido pelos donos da casa por 2 a 0.

Em contato por mensagem com a reportagem, o Procurador-Geral do STJD, Felipe Bevilaqua, afirmou que ainda não teve acesso às imagens, publicadas em redes sociais, mas afirmou que a equipe técnica da procuradoria vai verificar se houve infração.

Nas imagens, Felipe Melo aparece fazendo sinais obscenos com as mãos a torcedores que o provocaram na saída de campo no intervalo do jogo da última quarta.

O comportamento do jogador foi ignorado pelo árbitro Flávio Rodrigues de Souza, que não relatou o caso na súmula – citou apenas um boné lançado no campo pela torcida do Santos.

O episódio pode ser enquadrado no artigo 258-A do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que prevê pena de suspensão de duas a seis partidas ao atleta que provocar o público durante partida, prova ou equivalente.

Procurado, o Palmeiras informou que não vai se pronunciar, mas mantém tranquilidade sobre o caso.