Até o final do ano, Teresina passa a contar com 200 academias populares espalhadas pela capital e as 80 já existentes estão passando por manutenção. Uma nova empresa foi contratada para a realização dos ajustes e deve iniciar os trabalhos nesta segunda (16).

A equipe vai começar pelas academias do Parque da Cidade, da Vila Operária, Poty Velho, Acarape, Mocambinho e do Buenos Aires. Na zona Leste, serão contempladas as unidades das avenidas Marechal Castelo Branco e Raul Lopes, além da academia da Piçarreira e do Planalto Uruguai. Já na zona Sul, os reparos serão feitos nas academias do Parentão, Morada Nova e Parque Piauí. No Centro e na zona Sudeste, recebem manutenção as unidades do Tancredo Neves e do bairro Todos os Santos.

As academias que já funcionam atendem cerca de 15 mil pessoas, entre jovens e idosos, durante os turnos da manhã, tarde e noite. Para orientar os usuários sobre a melhor forma de se exercitar, a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel) também disponibiliza educadores físicos.

“O plano de saúde mais barato é a atividade física e a população tem à disposição as academias”, comenta o secretário da Semel, Miguel Rosal, ressaltando que a secretaria está sempre aberta para receber os usuários que precisam sobre tratar sobre melhorias nas academias.