O deputado estadual Fábio Novo anunciou nesta sexta-feira (13), que seu nome está à disposição do PT para disputar a prefeitura de Teresina em 2020. O parlamentar, inclusive, vai transferir seu domicílio eleitoral para a capital nos próximos dias. É a primeira vez que o petista assume abertamente o interesse de disputar o Palácio da Cidade. 

“Nos últimos 3 dias eu confesso que recebi muitas manifestações espontâneas dentro e fora do PT e isso anima. Agora vou escutar o que as pessoas têm a dizer sobre isso. Eu não coloquei o meu nome, eu não ventilei essa possibilidade, mas estou animado e agora vou discutir esse processo e tomei a decisão hoje no meu gabinete, conversando com os meus assessores, que nós vamos fazer a transferência do domicilio eleitoral”, afirmou em entrevista à TV Cidade Verde.

Cauteloso, Fábio Novo ressalta que a discussão em torno de uma provável candidatura passará pelo diretório municipal. “Todo esse processo passa por uma discussão no diretório municipal. Qualquer um ficaria feliz em ter seu nome lembrado para disputar a prefeitura da capital do seu estado. Na minha vida nada foi preparado, tudo aconteceu. Nunca pensei em ser vereador, vice-prefeito, deputado”, afirmou em entrevista à TV Cidade Verde.

Se confirmada sua candidatura no ano que vem, Novo, que nasceu em Bom Jesus, disse que não terá problema em relação às suas bases eleitorais.

“Eu já conquistei o eleitor teresinense. Eu nasci em Bom Jesus e moro aqui desde os 14 anos. Na última eleição eu tive quase 7 mil votos para deputado estadual em Teresina. A minha maior base eleitoral foi Teresina, depois foi Bom Jesus com 4.500 votos”, afirmou.

Fábio Novo voltou a dizer que é o diretório municipal quem vai decidir e elogiou a decisão do deputado Franzé Silva de também colocar seu nome à disposição do partido.

“Eu não posso dizer que serei candidato a prefeito, já que a discussão vai passar pelo diretório municipal, mas eu vou colocar o meu nome à disposição. Quero uma discussão de propostas para Teresina. Sobre Franzé, é um excelente nome. É um negro, um rapaz de família pobre, que teve a oportunidade de ser um grande secretário e que hoje é um parlamentar. Que bom que o PT tem nomes”, finalizou.

Fonte:portalcidadeverde.com