Quem chegou na prefeitura municipal no dia de hoje, 19 de julho, acabou voltando para casa frustrado, pelo fato do palácio das carnaúbas e suas repartições, estarem sem energia elétrica.

Segundo relato de funcionários do próprio gabinete do prefeito, que pediram anonimato com receio de retaliações, a cepisa realizou o corte de energia do órgão por falta de pagamento. Não é segredo pra ninguém, que a prefeitura possui uma dívida milionária com a fornecedora de energia, débito esse parcelado e que todos os gestores pagam mensalmente.

O presidente da Câmara de vereadores, Fernando Miranda, diz que Campo Maior vive hoje um desgoverno, e que a gestão de Ribinha é um barco a deriva, prestes a naufragar. Esse é um governo que prometia mais mudanças, mas que pelo visto, são mudanças para pior, chegando a superar a tristeza vivida no governo do ex-prefeito Paulo Martins.

Solicitamos informação da empresa que presta o serviço, mais a mesma disse que não dá esse tipo de informação.

O prefeito Ribinha não foi localizado para dar esclarecimento sobre o corte de energia.