O Boletim da 19° Semana Epidemiológica divulgado nesta quinta-feira (16) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) aponta que os casos de Dengue apresentaram novamente um crescimento em relação ao mesmo período do ano passado. Dessa vez, o aumento foi de 104,6% em relação ao ano de 2018. As informações do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) apontam que este ano foram registradas 2.075 notificações provenientes de 100 municípios. No ano passado, o mesmo período contabilizou um total de 1.014 notificações provenientes de 65 períodos.

Comparando o novo boletim ao referente a 18° Semana Epidemiológica, no que diz respeito a maior incidência por 100 mil habitantes, Pavussu, Alvorada do Gurgueia, Cristino Castro, Rio Grande do Piauí continuam entre os cinco municípios com maior incidência. A novidade vem com a entrada de Júlio Borges na quinta posição. A 19° semana não registrou óbitos ocasionados pela dengue.

As notificações de chikungunya e de zika vírus seguem o modelo do boletim da 18° Semana Epidemiológico apresentando redução em relação ao mesmo período do ano passado. O 19° boletim epidemiológico mostra que as notificações por chinkungunya reduziram por volta de 39,4% em relação ao mesmo período de 2018, já as notificações de Zika apresentaram redução de 73,9%.

As notificações de zika contabilizaram um total de seis casos em quatro municípios enquanto que em 2018, o mesmo período apresentou 23 notificações em 09 municípios. As 310 notificações de 34 municípios a cerca da febre chikungunya registradas em 2018 caíram para 188 notificações de 05 municípios nesta 19° Semana Epidemiológica.

Ainda segundo o boletim, durante a 19° Semana Epidemiológica não foram registrados óbitos devido a febre chikungunya ou a zika.

CONFIRA O BOLETIM

Autoria: João Marcelo Ferry