O governador Wellington Dias esteve, nessa terça-feira (14), em Brasília, em audiência com a direção nacional da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). Participaram do encontro o diretor-geral adjunto da AFD, Lamine Sow, e a gerente de projetos regional do Brasil e Argentina, Ana Carolina Azevedo.

De acordo com o chefe do Executivo piauiense, a AFD tem demonstrado bastante interesse nas oportunidades e investimentos no Piauí e o Governo do Estado teve a oportunidade de fazer uma apresentação mais concreta dos projetos tendo como principal pauta o Acordo de Paris que tem como objetivo comum diminuir o superaquecimento do planeta.

O governador destacou dentro das perspectivas do Acordo de Paris, o Programa Ativos Verdes do Piauí e que investimentos nas áreas de saneamentos, esgotos e coleta seletiva e o projetos de pequenos barramentos são de interesse da instituição.

“Os diretores da AFD, já haviam feito uma apresentação no Fórum de Governadores do Nordeste e estiveram em Teresina para conhecer os projetos de parceria público-privada (PPPs). A AFD vai participar do Programa Emergencial Financeiro do país e esperamos abrir as negociações para gerar emprego, renda e desenvolvimento para o Piauí”, disse Wellington.

A AFD

Instituição financeira pública e solidária, a AFD é a protagonista da política de desenvolvimento da França. Ela se engaja principalmente em projetos que melhoram a vida da população, na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e nos resultados do Acordo de Paris.

A AFD acompanha a transição para um mundo mais seguro, justo e sustentável, um mundo em comum. Presente no Brasil desde 2007, a AFD vem acompanhando os territórios brasileiros para superar o desafio de um crescimento que concilie progresso social, proteção do meio ambiente e combate às mudanças climáticas.

As formas de intervenção da AFD são diversas: empréstimos ao setor público (e privado, por meio da Proparco), apoio técnico e de expertise, diálogos sobre políticas públicas.

Autoria: Tamyres Rebeca