Corinthians e Flamengo começam a decidir nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), na Arena, em Itaquera, quem passará às quartas de final da Copa do Brasil. Os dois gigantes se reencontram pouco mais de oito meses depois da semifinal do ano passado, quando o Timão venceu em casa e chegou à decisão do torneio. Abaixo, as transformações dos dois clubes nos últimos meses.

Ambos chegam às oitavas de final como campeões estaduais e com elencos reforçados. O Timão venceu o São Paulo e sagrou-se tricampeão paulista em sua arena. Já o Flamengo venceu o Vasco na decisão carioca e também levantou a taça.

O jogo entre Corinthians e Flamengo terá transmissão ao vivo da TV Globo para todo o Brasil, menos para o estado de MG, com narração de Cléber Machado e comentários de Casagrande e Júnior. O SporTV transmite ao vivo para todo o Brasil com Milton Leite, Mauricio Noriega e Muricy Ramalho. O GloboEsporte.com acompanha o jogo em tempo real, com vídeos dos lances, e faz “lives” antes e depois do jogo, com entrevistas e análises de jogadores e treinadores.

Elencos

Seis jogadores do Flamengo que iniciaram a semifinal da Copa do Brasil contra o Corinthians, em Itaquera, no ano passado, serão titulares nesta quarta. Oito deles ainda estão no clube. O Fla sofreu mudanças nos últimos oito meses, mas mantém uma base de 2018.

Os poucos nomes que chegaram, no entanto, mudaram o patamar do time. O Flamengo investiu em janeiro cerca de R$ 125 milhões em apenas três jogadores: Rodrigo Caio, Arrascaeta e Bruno Henrique. Além deles, Gabigol chegou por empréstimo de um ano. Todos são titulares e estarão em campo nesta quarta-feira.

O Corinthians também mantém a base do time que entrou em campo na semifinal do ano passado: Cássio, Fagner, Henrique, Danilo Avelar, Ralf, Mateus Vital e Clayson serão mais uma vez titulares. Pedrinho e Jadson estarão à disposição no banco de reservas. O Timão não investiu em nomes tão caros, mas conseguiu trazer de volta Vagner Love, por exemplo. Aos poucos, o elenco se encorpou com nomes como o de Ramiro, ex-atleta do Grêmio.

Dos 13 reforços contratados pelo Timão em 2019, quem mais se destacou até aqui é o volante Júnior Urso. Desde sua chegada, tornou-se titular absoluto da equipe. Uma lesão na coxa direita na final estadual contra o São Paulo o deixou fora de combate desde 14 de abril. No último jogo, contra o Grêmio, pelo Brasileirão, voltou a entrar em campo pelo Timão e está à disposição.

Técnicos

Vice-campeão da Copa do Brasil no ano passado, o Corinthians terminou seus campeonatos em 2018 com Jair Ventura no comando. Aos poucos, a ideia de repatriar Fábio Carille tomou forma e chegou a ser criado uma espécie de “climão” com Jair que, à época, ainda estava no cargo. O carioca foi desligado do clube em 3 de dezembro, e Carille foi anunciado quatro dias depois.

Campeão brasileiro em 2017, Carille voltou ao Timão com outro status e disposto a repetir o sucesso da passagem anterior. Em 2019, com um elenco que considera mais “equilibrado” do que em outros anos, conquistou o Paulistão, mas tem sofrido com críticas pelo desempenho ruim do Corinthians. O próprio admite que a forma de jogar de sua equipe ainda não é a ideal.

Fábio Carille, técnico do Corinthians em sua sala no CT Joaquim Grava — Foto: Marcos Ribolli

Fábio Carille, técnico do Corinthians em sua sala no CT Joaquim Grava — Foto: Marcos Ribolli

O Flamengo teve muitas mudanças no comando técnico ao longo dos últimos meses. A eliminação para o Corinthians na Copa do Brasil abreviou a passagem de Maurício Barbieri, demitido dois dias após a derrota em Itaquera. Dorival Júnior foi contrato e conduziu o Rubro-Negro ao vice-campeonato brasileiro. O trabalho foi bom, mas não o suficiente para mantê-lo no clube em 2019.

Renato Gaúcho era o sonho de consumo de Rodolfo Landim e seus pares, antes das eleições de dezembro. Como ele renovou com o Grêmio, o Flamengo acertou com Abel Braga. Apesar de bons números e do título estadual, o treinador convive com críticas e balançou há duas semanas. A classificação para as oitavas da Libertadores deu fôlego e boa perspectiva para o trabalho do treinador, que tem contrato até dezembro.

Abel Braga Flamengo — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Abel Braga Flamengo — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Pressão e momento

O Corinthians vive um momento curioso na temporada: embora campeão paulista e invicto em clássicos do estado, o time tem sido questionado pelo futebol defensivo e por atuações pouco empolgantes. No Brasileirão, apenas uma vitória em quatro jogos. Mesmo assim, classificou-se em todas as competições disputadas até aqui, incluindo a Copa Sul-Americana e vê no confronto contra o Flamengo a chance de provar, mais uma vez, a força do conjunto.

O Flamengo, por sua vez, vive um momento melhor do que em setembro do ano passado, embora a pressão por resultados expressivos seja cada vez maior. Campeão estadual e classificado às oitavas de final da Libertadores, o Rubro-Negro planeja se manter forte em todas as frentes e tem investido para isso. Abel tem poupado em jogos pontuais e o elenco chega mais inteiro fisicamente do que estava na semifinal do ano passado.

Fonte: globoesporte.com