O elevado da Avenida Miguel Rosa foi interditado no começo da noite desta terça-feira (14) pelo Corpo de Bombeiros, atendendo a recomendação do Departamento de Estradas de Rodagem do Pìauí, depois de apresentar grave comprometimento na sua estrutura, principalmente nas duas cabeceiras que dão acesso ao viaduto. Não há prazo para a liberação do tráfego. 

A Polícia Rodoviária Federal orienta o tráfego no entorno do viaduto neste momento e recomenda que os motoristas evitem circular pelo local para não ficarem presos em congestionamento. 

Há rachaduras por toda parte e o concreto se desmancha com um simples toque. Marcas de cimento mostram que houve uma tentativa recente de “mascarar” o problema. A Construtora Sucesso é a responsável pela conclusão da obra. 

O produtor cultural Chico Luiz fez um vídeo mostrando a situação preocupante, com fisuras, vergalhões expostos e o desgaste do concreto, que aparenta ser de péssima qualidade. O vídeo foi postado hoje (14) nas redes sociais e já visto por milhares de pessoas.

O Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí, encarregado de fiscalizar a execução da obra, vai inspecionar toda a estrutura nesta quarta-feira (15). O viaduto apresenta problemas também nas muretas de proteção e em outras estruturais, que também foram muito mal feitas.

Outros órgãos de fiscalização, como o Ministério Público e o CREA também devem acompanhar a inspeção da obra e emitir um parecer sobre o que viram no elevado.

Nota do DER-PI 

O Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER) vem a público informar que, acerca dos problemas encontrados na estrutura do elevado da Avenida Miguel Rosa (zona sul de Teresina), a Construtora Sucesso, empresa responsável pela obra, já está a par do problema e será notificada oficialmente nesta quarta-feira (15), para que a mesma tome as providências necessárias.

O Corpo de Bombeiros Militar do Piauí interdita o viaduto a partir desta terça-feira (14) para avaliar a atual situação da estrutura. Em paralelo, a equipe de engenharia do Departamento de Estradas de Rodagem trabalha em uma averiguação completa do viaduto para analisar a gravidade dos danos.

Inacabado 

O elevado foi inaugurado pelo DER-PI em 19 de outubro de 2017, sem estar totalmente concluído. O projeto original da obra inclui a construção de duas alças laterais, orçadas em R$ 24 milhões, que nunca saíram do papel. A atual estrutura do elevado possui possui 320 metros de extensão, com 15 metros de largura, sendo quatro faixas de circulação de 3,5 metros.

Todos os dias, 10 mil veículos utilizam o elevado para alcançar a Avenida Miguel Rosa, na entrada de Teresina pela rodovia BR-316 vindo de Demerval Lobão, ou para seguir em sentido contrário, do Centro para a zona Sul. O tráfego na região deve ficar complicado na manhã desta quarta-feira (15).

Fonte: DER