Após o confronto que resultou na morte de membros da quadrilha suspeita de cometer os assaltos aos bancos do município de Campo Maior, a 5ª Delegacia Regional de Polícia Civil divulgou no início da tarde deste domingo (05/05) a prisão de mais 5 criminosos.

São eles Dyego Hermando Cardoso Rocha, Hassan Rufino Borges Prado Aguiar, Emerson Souza da Silva, Vinicius Pereira da Silva Júnior e Josenverton dos Santos Sousa. De acordo com a polícia, eles foram capturados há alguns dias, mais as informações estavam sendo mantidas em sigilo para não atrapalhar as investigações; a maioria são cearenses. A polícia não deu detalhes onde e como a aconteceu as prisões.

Os membros presos fazem parte de 1 dos 3 grupos que se dividiram após as explosões dos bancos. O segundo grupo, formado por 5 criminosos foi abordado pela polícia e em um confronto acabaram sendo alvejados e mortos na manhã deste domingo (05/05) região do município de Cocal. Os mortos foram identificados pela polícia. São eles: Ricardo dos Santos, de 40 anos; Weverson de Oliveira Marcal, de 31 anos; Jean Gustavo Silva, de 30 anos, Jefferson Araujo Marquete e Tiago Luiz Alves, todos naturais do Estado de Minas Gerais.

O terceiro grupo segue escondido na mata e cercado por agentes e soldados de operações especiais da Secretária de Segurança do Estado, inclusive com participação do capitão Fábio Abreu. A informação é que pelo menos mais 6 criminosos estão escondidos uma area que abrange a zona rural de Batalha e Barras.

Tiago Luiz Alves, vulgo Tiaguinho, figura na lista dos elementos mais procurados do estado de Minas Gerais

Fonte:portaldeolho.com.br