O Grupo de Trabalho LGBT se reuniu na na Secretaria de Segurança para realizar um balanço das atividades já executadas nos últimos anos, desde sua criação em 2014. Coordenado pela Maria Laura dos Reis, o objetivo da reunião foi uma prestação de contas e busca de apoio para 2019 junto a novos gestores que assumem suas pastas no inicio do ano, em momento importante por ocasião da Semana da Visibilidade de Travesti e Transexuais, realizada ate o próximo dia 1º e o dia da Visibilidade Trans, 29 de janeiro.

´´O Piauí é pioneiro em muitas politicas públicas e sempre fomos muito bem recebidos na Secretaria de Segurança, sentamos para discutir com o Secretario o melhor para nossa comunidade que sempre se mostrou sensível as nossas pautas, dando voz aos movimentos´´, ressalta Maria Laura – militante do GPTrans – Grupo Piauiense de Transexuais e Travestis. 

Também estiveram na reunião, o Secretário de Segurança Pública – Cel Rubens Pereira; a Dir. de Gestão Interna da SSP – Delegada Eugênia Villa; a Cap Solange Márcia – Assessoria de Políticas Preventivas da SSP; chefia de gabinete SSO – Cap Losane; do GPTrans – Marcela Karine; representantes da Delegacia de Direitos Humanos; a Major Najra – do Corpo de Bombeiros; representantes da OAB/Piauí; Joseane Gomes – da SASC e Raimundo Poty – do Coletivo Gays Mirindiba.
Para o Secretário de Segurança, o Estado precisa manter aquilo que já funciona no atendimento a comunidade LGBT e dar condições de avançar com novas políticas que garantam o convivência harmoniosa em sociedade, ´´ através da Secretaria foram realizada diversas formações com os profissionais da segurança pública nas três instituições; foi modificado o registro no nosso sistema de boletins de ocorrências para dar visibilidade a ocorrências em casos relacionados a gênero e orientação sexual, atendimento no plantão de gênero e no núcleo de feminicídio e agora precisamos avançar na elaboração de projetos que possam captar recursos a partir das diretrizes do Plano Nacional e Plano Estadual´´, explica Cel Rubens.